333bet -Dono da Empresa Jornalística Gazeta de Santo Amaro Ltda, que reúne cinco jornais de bairro de São Pa

Assessor de Ricardo333bet - Nunes dono de cinco jornais de bairro

Dono da Empresa Jornalística Gazeta de Santo Amaro Ltda,333bet - que reúne cinco jornais de bairro de São Paulo, Rafael Henrique Rodrigues Pistori é assessor do prefeito Ricardo Nunes (MDB) e está lotado em seu gabinete desde 12 de julho de 2023, quando sua nomeação foi publicada no Diário Oficial.

Continua após publicidade

Por mês, Pistori recebe R$ 12.154,88 como assessor de Nunes. No gabinete do prefeito, o empresário é responsável pela relação do mandatário com as lideranças de paulistanas em diversas regiões do município.

O Brasil de Fato apurou que entre as atribuições Pistori está, também, a relação com donos de jornais de bairro, setor em que atua e onde Ricardo Nunes fez carreira. O prefeito fundou, em 1988, o jornal Hora da Ação, que circulava na zona sul da capital paulista.

Leia Mais: Filho de compadre de Ricardo Nunes faturou R$ 31 mi em contratos sem licitação com a Prefeitura

O jornal Folha de S. Paulo divulgou, na última sexta-feira (22), que os cinco jornais dirigidos por Pistori, todos na zona sul da capital, recebem R$ 55 mil por mês em publicidade da Prefeitura de São Paulo. A informação foi confirmada pelo Brasil de Fato.

No grupo de comunicação de Pistori estão o Jornal de Moema, Interlago News, Itaim News, Gazeta de Santo Amaro e Gazeta do Brooklin & Campo Belo. Os veículos publicam, com frequência, notícias positivas sobre a Prefeitura de São Paulo e anúncios de obras ou inauguração de aparelhos públicos na zona sul.

Fontes ligadas à Prefeitura informaram ao Brasil de Fato que Pistori é o homem de confiança de Nunes para garantir a boa relação com os jornais de bairro e manter a publicidade positiva do prefeito, que pretende se reeleger em 2024.

Em entrevista ao Brasil de Fato, Pistori ponderou sobre a articulação com os empresários do setor. "Eu venho há quase quinze anos trabalhando em jornal de bairro, que tem uma particularidade, ele é muito próximo da população, o que faz com que o diretor ou editor do jornal se torne uma liderança de bairro. Então, acabei me tornando uma liderança de bairro. Devido essa experiência, eu acabei sendo convidado para o cargo, para ser um articulador com as comunidades, com as pastas de cultura e esporte com os governos locais, e fazer a Prefeitura ficar mais próxima da população. Os jornais de bairro estão dentro desse contexto, principalmente pela minha experiência."

No dia 17 de agosto deste ano, Pistori teria sido o articulador de um café da manhã de Ricardo Nunes com donos de jornais de bairro no Jardim Ângela e M'Boi Mirim, na zona sul de São Paulo.

Pistori divulgou o evento em suas redes sociais e depois publicou uma foto com o prefeito, anunciando o encontro, com a legenda: "Café da manhã com a imprensa local".

O empresário desmentiu que tenha relação com o evento. "Não fui eu que articulei essa agenda, isso não compete a mim, foi a Casa Civil."

Em 28 de agosto, o assessor de Ricardo Nunes teria construído o encontro entre donos de jornais de bairro da zona leste com o secretário de Mudanças Climáticas de São Paulo, Gilberto Natalini (PV).


Foto do encontro com Natalini, divulgada pelo Jornal da Villa. Pistori é o primeiro à direita / Foto: Reprodução/Instagram

O Jornal da Villa, que circula na região do Parque São Lucas, Vila Industrial e Sapopemba, bairros da zona leste, foi quem publicou a foto da reunião. Três dias após o encontro, em 1 de setembro, o veículo estampou em sua capa que o "Prefeito Ricardo Nunes assina o início da construção da UPA Sapopemba".

O empresário também contestou seu envolvimento com a agenda do secretário. "A reunião do Gilberto Natalini não foi programada. Aquela visita foi feita com dois jornais de bairro da zona leste. Quando essa agenda aconteceu eu estava na Prefeitura e fui lá e participei. Apenas participei porque já estava lá", explicou Pistori.


Jornal da Villa divulga sua capa, três dias após o encontro com Natalini e Pistori / Foto: Reprodução/Instagram

Outro lado

Questionada se haveria conflito de interesse em levar para dentro do gabinete do prefeito um empresário do setor, a Prefeitura de São Paulo enviou uma nota pouco conclusiva ao Brasil de Fato.

"As alegações apresentadas são inverídicas. As ações de comunicação da Prefeitura de São Paulo estão disponíveis conforme legislação em vigor", diz o texto na íntegra.


Ricardo nunes e Pistori após café da manhã com jornais de bairro na zona sul de São Paulo / Foto: Reprodução/Instagram

Edição: Nicolau Soares


Relacionadas

  • Ricardo Nunes chama Bolsonaro de 'democrata', mas rejeita ideia de apadrinhamento político

  • Parlamentares denunciam Prefeitura de SP por irregularidade em pagamentos de publicidade

  • Filho de compadre de Ricardo Nunes faturou R$ 31 mi em contratos sem licitação com a Prefeitura

BdF
  • Quem Somos

  • Parceiros

  • Publicidade

  • Contato

  • Newsletters

  • Política de Privacidade

Redes sociais:


Todos os conteúdos de produção exclusiva e de autoria editorial do Brasil de Fato podem ser reproduzidos, desde que não sejam alterados e que se deem os devidos créditos.

Visitantes, por favor deixem um comentário::

© 2024.sitemap